Planejamento de carreira na fotografia: como fazer?

Descubra como fazer um planejamento de carreira na fotografia.

Você sonha em ser um fotógrafo de sucesso, premiado e com prestígio? Tudo começa com o planejamento de carreira na fotografia. Os profissionais de sucesso não atingiram esse status por acaso – é preciso ter um bom planejamento e trabalhar arduamente para tornar isso realidade.

É dando um passo de cada vez que você chegará até o seu objetivo – mas esses passos se tornam mais efetivos quando se sabe a direção para qual deve ir. E o propósito do planejamento de carreira na fotografia é justamente permitir que você tenha essa visão.

Veremos, neste artigo, como fazer um planejamento de carreira na fotografia. Confira.

Encontre o seu objetivo

Imagine que você queira fazer uma viagem. Se, simplesmente, você sair de casa sem saber o seu destino, sem malas e dinheiro, não chegará a lugar algum, certo? É preciso definir um destino a ser alcançado e planejar essa viagem: reservar hotéis, comprar passagens, arrumar as malas e preparar os documentos.

A carreira na fotografia funciona de maneira muito semelhante. Você precisa encontrar um objetivo para seguir e iniciar um planejamento para colocá-lo em prática – caso contrário, dificilmente sairá do lugar. Portanto, encontre qual é o seu propósito dentro da fotografia e qual é a especialidade que deseja seguir.

Apesar de esse ser o primeiro item, você não precisa estabelecer um objetivo estático para prosseguir. As suas motivações podem ir alterando ao longo do tempo – basta que você consiga observar e absorver esse planejamento, utilizando as mudanças a seu favor.

Adquira técnica e experiência para fazer o seu planejamento de carreira na fotografia

A carreira de um fotógrafo autônomo envolve diversas atividades: gestão financeira, divulgação do trabalho, parcerias, participação em eventos, entre diversas outras. Porém, é importante lembrar que, antes disso tudo, você precisa ser bom no que faz.

Nem mesmo os melhores contatos, parcerias ou ideias inovadoras podem levá-lo ao sucesso quando o cliente não fica satisfeito com o resultado do serviço prestado. Portanto, o seu plano de carreira na fotografia deve passar pela aquisição de técnica e experiência na fotografia – seja por meio de cursos, workshops, freelas, entre outros.

Comece com um trabalho formal

Apesar do impulso por abrir um negócio próprio e se aventurar pelo mercado, você pode se beneficiar ao começar a carreira com um trabalho formal – seja em um estúdio de fotografia ou auxiliando outro fotógrafo.

Essas atividades agregam conhecimentos a respeito de técnicas fotográficas, utilização de equipamentos ou atendimento a clientes. Mas, além disso, você também pode compreender como acontece a administração de um negócio e quais são as rotinas envolvidas nesse processo – evitando entrar em um terreno desconhecido quando investir no negócio próprio.

Os primeiros passos como autônomo

Antes de dar os seus primeiros passos no mercado, você pode elaborar um plano de negócio – que é uma ferramenta que incentiva o empreendedor a pensar em todas as características sobre o seu negócio, considerando as condições do mercado. É uma forma muito efetiva de simular as atividades que serão desenvolvidas e colocar os pés no chão – evitando investimentos que não trarão resultados.

Depois de todas as etapas do planejamento de carreira na fotografia até este momento, você pode começar a dar os seus primeiros passos como profissional autônomo. A essa altura, é possível que você já seja conhecido entre os fotógrafos e, até mesmo, tenha conquistado alguns clientes – o que é ideal para dar início a essa trajetória.

Comece fechando alguns ensaios com amigos e familiares para criar um bom portfólio e inicie a divulgação do seu trabalho para o público. Pode levar um tempo até que você domine todas as atividades de uma carreira como autônomo, mas com dedicação, pode alcançar ótimos resultados.

Consolidação e expansão do negócio

Você começou a fazer sucesso atuando como fotógrafo autônomo? Já conquistou diversos clientes e consegue sobreviver apenas com a renda dessa atividade? Então, talvez seja o momento de formalizar esse negócio próprio e expandir as atividades.

É nesse ponto da carreira que você pode pensar em abrir um escritório próprio para atendimento do público, contratar funcionários para auxiliar no trabalho (uma secretária ou ajudantes para acompanhar nos ensaios, por exemplo), terceirizar alguns processos que tomam muito tempo e expandir as suas atividades (em outras regiões ou para outros públicos).

Todas essas atividades exigirão habilidades como gestor. Afinal, só delegar atividades não traz resultados positivos – é necessário acompanhar o desenvolvimento de cada uma delas para garantir qualidade.

Você já pensou no seu planejamento de carreira na fotografia? Em qual das etapas apresentadas neste artigo você se encontra? Conte pelos comentários e até a próxima!

até a próxima

Silvia

GOSTOU?
Que tal compartilhar?
Share on FacebookPin on PinterestGoogle+

Comentários

comentários