Benchmarking

Quando queremos comprar algo de valor, geralmente gastamos boas horas comparando e avaliando os atributos e benefícios das marcas, para que a escolha não cause arrependimentos, certo? A comparação é uma excelente base de escolha, que você também pode utilizar no seu negócio. É o que sugere a ferramenta de negócios benchmarking.

Se alguma vez no seu ofício de empreendedor você já se questionou como está se saindo em relação aos seus concorrentes, o benchmark pode te ajudar e muito! A prática não é novidade no mercado, já que a análise da concorrência sempre foi utilizada pelas grandes marcas, mas as novas tecnologias permitiram que essa análise e interpretação fossem aprimoradas pela variedade de formas de se monitorar todo o tipo de informação em relação a uma marca.

Mas por que é importante olhar o que o concorrente anda fazendo? Eu te explico! Sair da sua “bolha” e observar com olhar ético e transparente o que a empresa X está fazendo pode te dar insights positivos sobre a sua própria conduta enquanto marca, ou até mesmo te permitir identificar campos mal aproveitados, que nas suas mãos podem render em um bom produto para o nicho.

Estar sempre “de olho” é também uma maneira de ficar atento às novas tendências do mercado e, assim, poder sair à frente, não perdendo o timing. Ver cases de sucesso na sua concorrência também te fará avaliar com mais sensatez a eficiência das ferramentas que você tem utilizado atualmente, e de que maneira elas podem ser melhoradas.

Você pode começar a utilizar o benchmarking monitorando, por exemplo, os resultados dos seus concorrentes no Facebook, já que a rede social te permite seguir internamente outras páginas. Depois de um período de análise, responder a algumas questões te ajudará a entender de que maneira utilizar todos os dados interpretados. Algumas delas eu te dou abaixo:

– Em quais canais a sua concorrência está?

– Quais as estratégias visíveis que elas utilizam?

– Qual a frequência das postagens? E o tipo de conteúdo?

– As suas ações estão gerando mais ou menos engajamento do que os da sua concorrência?

– Qual é o apelo visual presente nas suas plataformas?

Após responder a essas questões, com base nos dados positivos e negativos observados, você poderá aprender e muito sobre os erros e acertos cometidos por eles, e tirar vantagem disso! O benchmarking pode te dar a possibilidade de prever uma situação de crise e se preparar – ou até mesmo evitar ela.

Assim que terminar o seu período de análise, junte todos os dados coletados e procure relacionar os fatores mais relevantes ao seu próprio negócio. Elabore, se possível, um relatório indicando as oportunidades encontradas e os pontos de melhorias detectados nas suas próprias estratégias.

Lembre-se: a comparação é um campo fértil de novas ideias, mas não deve ser levado radicalmente! Você deve iniciar esse processo com objetivos bem definidos e questões pontuais a serem respondidas, recordando sempre a necessidade de fazer isso diversas vezes, quantas forem necessárias! A escolha das plataformas e dos concorrentes a serem avaliados também dirá muito sobre a eficácia do seu resultado final, por isso, fique atento!

Toda ferramenta pode ser um prato cheio na mão de empreendedores que sabem utilizar toda informação captada a favor do crescimento do seu próprio negócio. Com você, não será diferente!

Me conta, qual a sua experiência com o benchmarking? A utilização dessa ferramenta já te rendeu algum fruto?

até a próxima

Silvia

GOSTOU?
Que tal compartilhar?
Share on FacebookPin on PinterestGoogle+
Leia também esses posts

Comentários

comentários